Análise da 17ª rodada do Brasileirão

Confira a análise de cada jogo da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da 1ª divisão.

Esportes, Futebol
Por Alexsandro Wojcik em (20/08/2011 às 14:22)

Chegamos a décima sétima rodada do campeonato brasileiro de 2011 com uma média de 3,1 gols. Corinthians agora é líder isolado.

fluminense 3x0 figueirense Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Fluminense 3×0 Figueirense

He-Man estava iluminado, decisivo, fez dois gols, “lavou a alma” e deixou um clima de paz para o lado das Laranjeiras, Lanzini estreou bem no time carioca, vestindo a 11 causou uma boa primeira impressão à torcida do fluzão. O Figueirense estacionou nos 23 pontos, os catarinenses até tiveram boa atuação, mas pararam na boa participação de Diego Cavalieri e sucumbiram no segundo tempo diante da partida avassaladora do adversário.

avai 0x2 vasco Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Avaí 0×2 Vasco

E o Vasco continua como um verdadeiro trêm bala, dessa vez a vítima foi o Avaí, com mais uma bela partida de Diego Souza, que parece ter encontrado o bom futebol que o credenciou no cenário nacional. A eficiência tática do gigante da colina fez mais estrago no time catarinense, à exemplo da copa do brasil os cariocas voltaram da Ressacada com uma vitória. Os gols foram marcados por Diego Souza e Dedé, que já não está contente apenas em defender. A equipe da casa ainda saiu de campo prejudicada, no segundo tempo quando a partida ainda estava 1×0 o árbitro simplesmente ignorou uma penalidade a favor do Avaí. A situação está feia para o lado dos catarinenses, o time é o vice lanterna com 13 pontos.

atletico pr 2x1 cruzeiro Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Atlético-PR 2×1 Cruzeiro

Renato Gaúcho vai ganhando status de salvador pela torcida atleticana, ontem na baixada o furacão tanto tentou que conseguiu arrancar a vitória aos 44 minutos do segundo tempo. Cléber Santana foi o autor do gol salvador. Assim como na partida frente ao Santos, o Atlético garantiu a vitória nos últimos minutos. Marcinho foi quem abriu o placar na arena, completando com eficiência um cruzamento de Edilson. Mas o jogo era bastante aberto, e quatro minutos depois o time mineiro chegou ao gol de empate, na mesma moeda, Vítor cruzou da direita após belo passe de Roger e Welington Paulista ganhou por cima da zaga e com um toque de cabeça no chão venceu o arqueiro rubro-negro. Com o 1×1 o jogo ficou ainda mais aberto com as duas equipes buscando o gol a todo o momento, isso ocasionou algumas falhas defensivas dos dois lados. O ponto determinante da partida foi quando o atacante celeste Anselmo Ramon fez falta dura e recebeu o segundo amarelo. Com a expulsão, Renato Gaúcho lançou o atacante Adaílton no lugar do volante Kleberson. A partir daí o altético atacou sem parar, só que sem sucesso. A ansiedade prejudicou na hora da definição, mas o time não desistiu e em mais uma investida pela direita, Wagner Diniz tocou na areá, Cléber Santana se deslocou e bateu cruzado acertando o canto do goleiro Fábio, 2×1 que fez a torcida explodir na baixada. Com a quinta partida consecutiva sem derrota o furacão saiu pela primeira vez do z-4 e agora se prepara para receber o América-MG, novamente na baixada.

ceara 3x0 gremio Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Ceará 3×0 Grêmio

O Vozão mostrou mais uma vez a força que tem diante da torcida e o grêmio, agora muito perto do z-4, foi goleado em uma noite muito infeliz, ou mais uma, do goleiro Victor. Eusébio foi quem abriu o marcador, e foi um golaço, do meio da rua de perna esquerda no ângulo da meta gremista. Com o golaço e o domínio total do Ceará, Marcelo Nicácio fez mais dois, um em falha feia da zaga, e fechou o placar em fortaleza. Com um time forte dentro de casa o Ceará vai se firmando no meio da tabela. O gol anotado pelo meia cearense, sem dúvida, compete para um dos mais bonitos de todo o campeonato. Thiago Humberto também merece destaque, com um belo lençol seguido da assistência para o segundo gol do jogo, anotado por Nicácio.

santos 2x3 coritiba Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Santos 2×3 Coritiba

Borges deu indícios de goleada, logo aos quatro minutos escorou cruzamento de Pará e abriu o placar para o Peixe, mas assim como no jogo histórico contra o Flamengo, ficou só no indicio. Jéci empatou ainda no primeiro tempo, livre o beque fez de cabeça no canto. Borges botou o Santos de novo na frente na segunda etapa e teve a chance de matar o jogo, mas perdeu um pênalti, alguma semelhança com a virada do Flamengo ?
Pois é, depois do penal perdido, o peixe sofreu a virada coxa-branca, Marcos Aurélio e Léo Gago fizeram em contra ataques e deixaram mais uma vez a pergunta no ar: O que aconteceu com o Santos da libertadores? Resposta esta, que só poderá ser dada no próximo jogo do peixe, contra o Bahia em Pituaçu.

internacional 1x0 botafogo Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Internacional 1×0 Botafogo

A ascensão botafoguense foi freada pelo Inter. No beira rio, o artilheiro Leandro Damião mostrou como é bom usando a cabeça e fez o único tento da partida. O Botafogo sentiu muito os desfalques de Loco Abreu e Elkeson. Não foram muito inferiores ao Inter mas perderam por que não têm Damião, ou não tiveram Loco Abreu ontem. Aos 12 minutos do segundo tempo de jogo, o artilheiro do país em 2011 aproveitou cruzamento de Zé Mário e desvio de Jô para emendar de cabeça. É o gol de número 31 pelo inter só nesta temporada. Gols que o credenciaram a mais uma convocação para a seleção de Mano. Com o resultado positivo o colorado chegou aos 26 pontos, já o Bota estacionou nos 28.

atletico mg 2x3 corinthians Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Atlético-MG 2×3 Corinthians

E foi com a marca de Emerson que o Corinthians conseguiu uma belíssima virada. O Galo deu esperança à torcida e ao técnico Cuca. Abriu 2×0 com Dudu Cearense, de cabeça, e Guilherme, cobrando pênalti. Mas Tite tem boas armas no banco de reservas. Uma delas é o Sheik! Emerson entrou no lugar do lateral Alessandro, e, como não tinha mais nada a perder, o timão foi pra cima. E precisou de apenas oito minutos para fazer dois gols e empatar o jogo. No primeiro, o atacante aproveitou passe de Danilo, na pequena área, e marcou. No segundo, Emerson ganhou de Réver e foi derrubado na área, pênalti, Alex cobrou e empatou. No lance da penalidade, o zagueiro atleticano foi expulso. Com um a mais e empolgado com o empate, o terceiro gol era questão de tempo. E aos 28 minutos Liédson mostrou que realmente tem faro de gol. No lugar certo e na hora certa, o camisa 9 só teve o trabalho de botar pro fundo das redes e liquidar a fatura. Depois disso o Galo já não teve mais fôlego para buscar o empate. Fim de jogo, virada e liderança isolada.

palmeiras 1x1 bahia Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Palmeiras 1×1 Bahia

O Palmeiras dominou, criou, finalizou, mas parou nas mãos de Marcelo Lomba, literalmente. O arqueiro do tricolor de aço estava ligado no jogo e impediu a derrota baiana no Canindé. Com pelo menos quatro defesas difíceis e a ajuda da trave, Lomba foi o melhor em campo. O goleiro só não defendeu o toque de Valdívia. Na pequena área fica difícil pra qualquer goleiro. O “mago” completou cruzamento rasteiro de Cicinho e aos 9 minutos do segundo tempo abriu o placar a favor do Verdão. Se por um lado Lomba estava incrivelmente bem no jogo, do outro, Marcos, ídolo palmeirense, falhou na saída e permitiu o empate baiano. Quem estava lá para conferir era o zagueiro Tite, capitão da equipe, desviou livre antes que Marcos pudesse socar a redonda. Com o gol, aos 22 da segunda etapa, o Bahia segurou o ímpeto paulista e somou um ponto fora de casa.

america mg 1x1 sao paulo Análise da 17ª rodada do Brasileirão
América-MG 1×1 São Paulo

No jogo contrastante da noite, o lanterna América e o terceiro na tabela São Paulo já esperavam o fim de jogo e o provável empate sem gols. Mas como o jogo só acaba com o apito do árbitro, a história pode mudar. Mesmo sendo empate, os gols saíram. E foi um pra cada lado. Aos 41 do tempo final, o Tricolor paulista, melhor no jogo desde o início, chegou ao gol com Marlos. Depois de uma jogada um tanto quanto estranha, o volante Welington perdeu um gol incrível e a zaga afastou, no rebote o meia bateu de perna esquerda e abriu o placar. Mas ainda houve tempo para o time da casa empatar, em lance “morto” um minuto depois apenas, um lateral foi cobrado na área e depois de um leve desvio, Kempes emendou uma linda meia bicicleta e fez um golaço. Com o empate atípico, os dois continuam na mesma posição, agora com um ponto a mais.

flamengo 1x4 atletico go Análise da 17ª rodada do Brasileirão
Flamengo 1×4 Atlético-GO

Uma noite para o torcedor flamenguista esquecer, ou pelo menos tentar. E uma noite para o atleticano de Goiás relembrar na história do clube. Esse é o semblante que se remete aos torcedores do embate entre o vice-líder Flamengo e o ameaçado Atlético-GO. Em uma partida onde tudo deu errado para os cariocas e tudo deu certo para os atleticanos, caiu o último invicto no campeonato. Com eficiência e méritos, tanto defensivos como ofensivos, o Dragão fez história ao vencer pela primeira vez um carioca jogando no Rio de Janeiro em toda a sua história na competição. Ronaldinho Gaúcho, convocado para a seleção e fora do jogo, assistiu de camarote a derrota do Mengão. Talvez o Flamengo, como disse o próprio Luxemburgo “achou que poderia ganhar o jogo quando quisesse” e foi traído pela expectativa de vitória fácil. Mas a mudança no esquema tático proposta por Luxemburgo também pode ter influenciado no rendimento do time. Atuando com três zagueiros pela primeira vez, incluindo o estreante Alex Silva, o time ficou completamente perdido e abusou dos erros individuais e coletivos. O Atlético-GO, que fez a sua melhor partida no brasileirão até aqui, não tem nada haver com isso e foi logo abrindo o placar com Pituca. Em cobrança de escanteio o camisa 8 ganhou por cima e testou firme, Felipe ficou pelo meio do caminho. O segundo foi de Juninho, após bela enfiada de bola de Ernandes que viu bem o “buraco” na defesa do Fla e assistiu o camisa 11 tirar de Felipe e ampliar o placar. O Flamengo desperdiçava muitas chances com Deivid. E como quem não faz, toma, o Dragão tratou de matar o jogo. Anselmo foi o autor do terceiro. E mais uma vez em cobrança de escanteio, Tiaguinho deu a sua segunda assistência no jogo. Dois escanteios, duas falhas e dois gols do Dragão. Antes dos goianos fecharem a goleada, Diego Maurício ainda acertou a trave. Se a sorte e principalmente a competência estavam do lado goiano, Diogo Campos fez com que o torcedor carioca deixasse o Engenhão mais cedo, foi o quarto e mais bonito gol do jogo. Em bela tabela e jogada de Anselmo o atacante Diogo Campos que havia entrado a pouco tempo só colocou pra dentro e liquidou de vez com o jogo.
A maioria dos torcedores não devem ter visto o gol de honra anotado por Jael, pois aos 38 minutos do segundo tempo, muitos flamenguistas já havíam deixado o estádio.
Com a sonora goleada o Atlético-GO ganha motivação e se afasta do z-4, já o Flamengo contínua na vice liderança, agora 3 pontos atrás do líder Corinthians, que agradece.

 


» Acessar Webmail
Repentistas homenageiam o Pernambuco Agora

Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo;

Efésios 6,11

Patrocinadores
Equipe
  • Anderson Ricardo
  • Pablo Vinicius
  • Valderedo Valentim
Pernambuco Agora
  • Fazendo o possível para informar a região com uma linguagem clara e objetiva.
  • Leia mais
Contato
Mapa do Site